Telefone: (31) 3528-1350 | E-mail: [email protected]

Dúvidas Frequentes (FAQ)

Perguntas Frequentes

Respondemos às suas dúvidas, tire suas dúvidas com apenas um clique.

Modal de transporte significa o tipo/modo como será transportada uma mercadoria, bem ou produto de um local para o outro. Existem diversos modais de transporte com os quais podemos realizar o processo de transporte.

Dentre os principais modais de transporte utilizados hoje em dia, podemos destacar os abaixo elencados:

Modal aeroviário (feito de forma aérea)

Modal rodoviário (feito por rodovias)

Modal ferroviário (feito por ferrovias)

Modal hidroviário (feito pela água)

Modal dutoviário (feito por dutos)

As principais vantagens ao escolher o modal aéreo para transporte de suas mercadorias sem dúvidas são: prazo de entrega, segurança, menores custos com seguro, estocagem e embalagem. Portanto, e relação custo-benefício é muito maior quando se observa o frete mediante estas perspectivas!

Transporte multimodal é quando a carga transportada utiliza dois ou mais modais de transporte para chegar até seu destino.

Mito.

Ao analisarmos o serviço de transporte prestado por alguma empresa, sempre temos que estar analisando a relação custo-benefício da operação.

Algumas vezes sim, o transporte aéreo de cargas irá ter o valor monetário mais elevado que um modal rodoviário, por exemplo.

Mas quando você analisa o custo total da operação, considerando o tempo de chegada desta mercadoria ao seu destino, a segurança da sua carga, e os custos adicionais como seguro, o benefício (até mesmo financeiro, tendo em vista o custo de oportunidade) ao utilizar o modal aéreo é muito maior.

O que você tem que estar sempre atento não é para o “menor preço”, mas sim para o “melhor preço”.

O modal aéreo é o ideal para trechos de longas distâncias, e entre grandes regiões metropolitanas, recomenda-se a utilização do modal aéreo para o transporte de cargas.

As cargas mais comuns transportada são: mercadorias perecíveis, remessas de amostras, brindes, materiais biológicos, bagagem desacompanhada, partes e peças de reposição, animais, equipamentos de pequeno porte e alto valor agregado etc.

A transportadora emite um documento fiscal chamado CT-e para acobertar a sua mercadoria transportada.

Conhecimento de Transporte Eletrônico (CT-e).
Ele é um documento fiscal brasileiro emitido pelas transportadoras de carga para cobrir as mercadorias entre a localidade de origem e o destino da carga.

Basicamente o custo do frete é composto de um somatório de variáveis como localização geográfica ou distância percorrida (origem e destino da carga), valor da mercadoria transportada, peso da mercadoria transportada, condições especiais para o transporte, situações regulatórias e normativas ditadas por municípios, estados e união, impostos e seguro.

  • AD Valorem (Frete Valor) - Porcentagem cobrada sobre o valor da Nota Fiscal da mercadoria transportada
  • Frete Peso - Valor cobrado pelo peso ou pelo espaço físico proporcional em m3 (peso cubado)
  • GRIS - Taxa de Gerenciamento de Risco
  • Despacho - Taxa de emissão de CTRC
  • TAS - Taxa de Administração das Secretarias de Fazenda
  • TRT – Taxa de Restrição ao Trânsito
  • Seguro
  • ICMS

O peso cubado é o valor que representa o espaço que a carga realmente ocupa no veículo. Para calculá-lo, basta multiplicar a metragem cúbica (altura X largura X comprimento) da carga pelo fator de cubagem.

Existem fatores de cubagem específicos dependendo do modal utilizado, a saber dos 03 principais:

Rodoviário: 300 (1m³ = 300 kgs)
Marítimo: 1.000 (1 m³ = 1.000 kgs)
Aéreo: 166,67 (1m³ = 166,67 kgs)

Para ficar mais claro o porquê da importância de considerarmos o peso cubado (volume) no transporte de cargas, é só pensarmos se, em duas caixas distintas com as mesmas dimensões, estivéssemos carregando em uma, chumbo, e em outra, algodão.

Com certeza, se não fizermos uma conversão adequada, considerando o fator de cubagem, não seria interessante para o transportador levar a carga de algodão se somente o peso real da carga fosse considerado, concordam?

O ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços) é um tributo de competência de cada Estado que incide sobre a circulação de mercadorias. Assim, é cobrado um percentual sobre o valor de Nota Fiscal de acordo com a legislação vigente, podendo variar de acordo com a operação, o frete e os estados de origem e destino da mercadoria. Para saber mais, consulte a legislação dos estados de origem e destino.

Verdade!

A Transcourier conta com ume estrutura própria e de parceiros credenciados em todo o território nacional!

Com isto garantimos que, para onde quer que você precise ou queira enviar a sua carga, nós lhe atenderemos. E claro, com toda a competência, profissionalismo e expertise que a TC vem construindo ao longo destes 22 anos de existência!

Verdade!

Hoje a TC se destaca como sendo a melhor alternativa para fretes aéreos dentre todas as opções de mercado existentes em Minas Gerais!

Porque garantimos um transporte rápido, seguro e inteligente para que você não precise se preocupar com a atividade de transporte e possa dedicar a sua atenção ao core business do seu negócio!

A TC conta, além do nosso site institucional, com a company page do Linkedin, onde atualizamos nossas principais ações, realizações, eventos e informações pertinentes à nossa empresa e nosso setor de atuação.

Verdade!

Este é um diferencial importante para nossos clientes!

Com um documento válido em mãos tenha acesso ao posicionamento preciso da sua carga!

Tudo isto em tempo real!

Pelo número da sua NF mais o CNPJ do remetente ou destinatário.

Verdade!

Nosso processo de baixa dos comprovantes de entrega é realizado de maneira digital e em tempo real para a maioria dos grandes centros! Para locais mais remotos contamos com uma estrutura para garantir esta baixa em um prazo máximo de 24 horas após a entrega!

Segurança e inteligência logística você encontra aqui!

xxxxx

xxxxx

xxxxx